segunda-feira, 16 de maio de 2011

Santificada seja a Santa

Com sua santa poesia
E um inferno nos quadris
Foi parando a rua toda
Sorria e parecia ser feliz.

Essa santa tão precoce,
Tomou o samba como posse
E com toda sua coisa fez historias pra contar.

Quem mandou duvidar
Quem mandou quem mandou duvidar...

A santa como posse,
Tomou meu peito tão precoce
Disse coisas que só pode ao ouvido confessar
Afogado no problema não há santa nem novena
Que me faça flutuar

O segredo é esperar... Que hora dessa ela passa
Se quebrando só de graça
Nem tão santa, mas devassa
Só pro ‘doutorzin’ chorar.

Quem mandou duvidar
Quem mandou quem mandou duvidar...

3 comentários:

  1. pqp!!! quem tá ai heinnn, t´sozinho não..pqp!!! lindo!! coletivo caranguejo agora!!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado senhores. O congenito agradece.

    ResponderExcluir